Campo Verde é mostrada a vários países durante Feira Internacional de Turismo




IMG_0915Conhecido nacional e internacionalmente por seu potencial produtivo, Campo Verde tem também outros atrativos que podem atrair turistas e serem fontes de geração de renda, com destaque para suas belezas naturais, sua história e sua agricultura familiar.

Todo esse potencial foi mostrado a milhares de pessoas durante a Feira Internacional de Turismo do Pantanal (FIT Pantanal), realizada entre os dias 20 e 24 de abril, em Cuiabá. O evento, que reuniu expositores e visitantes de países como China, Bolívia, Peru e Paraguai, foi organizado pelo Governo de Mato Grosso.

Através de fotografias e vídeos, um pouco do que a cidade oferece tanto no turismo de contemplação – com suas cachoeiras, morros, lagos e rios – como no tecnológico, com as grandes fazendas de cultivo de milho, soja e algodão; e a produção de frangos e ovos, atividades altamente tecnificadas.

O que também chamou a atenção foi a agricultura familiar. Os produtos expostos no estande, doces de leite, de mamão, paçoca, conservas de vários tipos, salames e farinha de mandioca, caíram no gosto dos visitantes da FIT Pantanal.

Linda Le é chinesa. Vive no Brasil e tem uma agência de turismo em São Paulo especializada em trazer turistas chineses para o Brasil. A empresária provou a rapadura produzida pelos agricultores familiares e aprovou.

Segundo ela, derivados da cana, como o açúcar mascavo brasileiro, é um dos produtos mais desejados pelos chineses por ser natural e de excelente qualidade. O doce de leite, o de amendoim; farinha de mandioca e a massa de tapioca foram outros produtos que fizeram sucesso entre os visitantes.

O prefeito Fábio Schroeter e o secretário de Indústria, Comércio e Turismo Aparecido Rudnick participaram da abertura do evento na quarta-feira. De acordo com Fábio, o turismo pode sim ser uma atividade rentável no município. “Basta vermos o exemplo de outras cidades, que exploram esse segmento econômico”, disse ele.

Para que o turismo aconteça, na opinião do prefeito, é preciso haver interesse dos empreendedores. “Os empresários, na maioria das vezes, não olham a atividade turística como um negócio e é isso que precisa mudar”, disse ele.

Durante a FIT Pantanal foram realizadas palestras, mostras fotográficas e rodadas de negócios voltadas ao turismo. De acordo com as estimativas dos organizadores, pelo menos 100 mil pessoas passaram pelo local do evento.

Para o secretário de Indústria, Comércio e Turismo, a participação na FIT Pantanal foi uma excelente oportunidade de dar maior visibilidade ao potencial turístico de Campo Verde. “Para nós foi muito importante e pudemos ver que as pessoas que visitaram o nosso estande se encantaram com as belezas de nossas cidades”, disse ele. (Valmir Faria – Supervisor de Comunicação/ASCOMCV)