PM e PC de Campo Verde terão efetivos aumentados




1_3A audiência pública realizada na última quarta-feira (8) no auditório da Associação Comercial e Empresarial de Campo Verde apresentou resultados positivos para a segurança pública no município.

Entre os avanços, foi anunciado pelo comandante do 11º Comando Regional de Polícia Militar de Primavera do Leste, Coronel Walter Silveira Santos, o aumento do efetivo da 8ª Companhia Independente de Polícia Militar de Campo Verde.

De acordo com o militar, dos 40 alunos que estão participando do curso de formação de soldados em Primavera Leste, 10 virão para Campo Verde. O curso termina em setembro. O comandante adiantou também que existe a possibilidade de mais 8 soldados que estão em curso em outros polos virem para o município. Com isso, o efetivo da PM em Campo Verde passará de 30 para 48 homens.

O comandante do 11º Comando Regional também anunciou que, a partir da próxima semana, equipes da ROTAM de Cuiabá e Primavera do Leste farão operações em Campo Verde. Além disso, o CAR – Comando de Ação Rápida, formado por policiais em motocicletas, deverá ser reativado. O objetivo é reduzir os índices de criminalidade na cidade.

A Polícia Civil também terá o efetivo aumentado. Delegado Regional em Primavera do Leste, Fernando Vasco Spinelli Pigossi anunciou a vinda de mais cinco investigadores para a delegacia de Campo Verde. O delegado adiantou que a PC, ainda este ano, contará com o Grupo de Ação e Resposta Rápida (GARRA) que atuará de forma diferenciada e com armamentos especiais, e que também realizará operações em Campo Verde.

Outro ponto em que houve avanço foi a construção da vila militar. O prefeito Fábio Schroeter informou que ainda este ano, a Prefeitura vai iniciar a construção de um alojamento com capacidade para abrigar 4 policiais. A obra será realizada com recursos do Município e do Governo Estadual, viabilizados pelo deputado Max Russi.

Fábio informou também que a construção de mais três casas será incluída na Lei Orçamentária Anual do município para 2017. O projeto da vila militar, que já está pronto, prevê a construção de treze residências com 84 metros quadrados e dois alojamentos. A ideia é que a população também contribua para a construção da vila militar com doações em dinheiro ou em material.

Outro anúncio que já havia sido feito e foi confirmado pelo prefeito Fábio Schroeter foi a ampliação do sistema de monitoramento eletrônico na cidade, que atualmente conta com 8 câmeras em funcionamento. De acordo com Fábio, o município está licitando a compra de mais 10 câmeras com recursos próprios que serão instalados em pontos estratégicos indicados pela Polícia Militar.

O prefeito Fábio Schroeter avaliou como positiva a realização da audiência pública que contou com ampla participação da comunidade. Também participaram a juíza Carolina Schneider, o promotor Arivaldo Guimarães da Costa Filho, o presidente do Conselho Municipal de Segurança, Marciano Zanatta, o tenente-coronel Francenildo Pereira Borges, que representou o 2º Comando Regional do Corpo de Bombeiros Militar, o presidente da Câmara de Vereadores Welson Paulo da Silva, do secretário de Segurança de Rondonópolis, Anderson Rocha, da comandante da 8ª Companhia Independente de Polícia Militar, tenente-coronel Claíce Conceição Batista, e do representante do deputado estadual Max Russi, Marcelo Ivan Klein. (Valmir Faria – Supervisor de Comunicação/ASCOMCV)

Categorias: Gabinete