Programa Licita Campo Verde é destaque em seminário promovido pelo SEBRAE em Cuiabá




2Campo Verde foi destaque na última quinta-feira em Cuiabá durante o Seminário Ser Empresa – Compliance e Compras Governamentais, com o programa Licita Campo Verde, que incentiva micro empresas e empresas de pequeno porte a negociarem com o Município.

O Licita Campo Verde tem se destacado e nível estadual e nacional. No próximo dia 8, doze prefeitos ganhadores do Prêmio Prefeito Empreendedor, dado pelo Governo de Minas Gerais, estarão em Campo Verde para conhecer o Programa.

O Seminário, realizado no salão nobre secretário Cloves Vetoratto, no Palácio Paiaguás, foi promovido pelo SEBRAE com o apoio do Tribunal de Contas da União, do Ministério da Transparência, Fiscalização e Controladoria Geral da União e do Gabinete de Transparência e Combate à Corrupção do Governo de Mato Grosso. Participaram empresários, lideranças empresariais e secretários de estado.

O Programa Licita Campo Verde, criado em 2016 pela Prefeitura Municipal segue os moldes da Lei Geral da Micro e Pequena Empresa, aprovada em 2006. Através dele, a Prefeitura pode realizar pregões no valor de até R$ 80 mil somente com ME e EPP desde que no município existam pelo menos três que forneçam os produtos ou realizem os serviços objeto da licitação. Em caso de empate de preço, o Município pode optar pelas empresas locais pagando até 10% a mais sobre o valor da concorrente.

De acordo com a Secretaria Municipal de Indústria, Comércio e Turismo de Campo Verde, o Licita Campo Verde impacta diretamente na economia da cidade. Desde a implantação do Programa, 17 novas empresas passaram a fornecer para a Prefeitura. Dos 130 pregões realizados este ano, 52 foram com ME e EPP dentro das normas do Licita Campo Verde, sendo que R$ 2,3 milhões foram adquiridos de empresas instaladas no município.

O prefeito Fábio Schroeter classificou como um grande avanço para o município a criação do Licita Campo Verde, pois contribui com o aumento da arrecadação e com a geração de emprego e renda para a população. “A Prefeitura é uma grande compradora, com um orçamento muito grande, compra muitos produtos e serviços e, quanto mais a Prefeitura puder comprar dos micros e dos pequenos, principalmente local, das empresas de Campo Verde, melhor será para todos nós”, observou.

Secretária do Gabinete de Transparência e Combate a Corrupção de Mato Grosso, Adriana Vandoni enalteceu a iniciativa da Administração Municipal de Campo Verde em criar o Licita Campo Verde. “É sensacional. A gente tem que privilegiar quem está ali, quem produz e faz circular, realmente, a renda na localidade. O caminho é esse e a forma como o prefeito está implementando isso na cidade, de forma transparente, de forma clara, honesta, tanto com o fornecedor quanto com o cidadão, isso é sensacional, é tudo que a gente sonha em ter no Brasil inteiro”, disse.

Para o superintendente do SEBRAE de Mato Grosso, José Guilherme Barbosa Pereira, a implantação do Licita Campo Verde serve de modelo não só para os municípios estado, mas para todo o país, pois fomenta a economia e fortalece as micros e pequenas empresas.  Como exemplo, ele citou a vinda dos prefeitos de Minas Gerias no próximo mês. Ele também destacou que o sucesso do Projeto depende da participação e do empenho de todos, desde os vereadores até, e principalmente, dos empresários.

“Para um trabalho desse dar resultado, há necessidades do prefeitos e dos vereadores, enfim, tem a iniciativa mas tem que ter também uma correspondência dos empresários, porque senão, como se faz uma concorrência, faz uma licitação e não aparece ninguém? Para o projeto dar certo tem que ter a iniciativa e tem que ter aqueles que vão efetivamente participar. Portanto, toda a sociedade de Campo Verde está de parabéns e hoje vocês são referência em nível de estado e em nível de Brasil”, frisou.

Para o secretário municipal de Indústria, Comércio e Turismo, Aparecido Rudnick, apesar do pouco tempo de implantação, o Licita Campo Verde está atingindo os objetivos. “É uma satisfação fazer parte de um programa como este que com certeza vai gerar bons frutos não só para Campo Verde mas também para todo o Estado de Mato Grosso”, destacou.