“Endereço Certo” vai beneficiar famílias de Campo Verde com regularização fundiária




Juscelino Neves de Souza, secretário municipal de Habitação

Através de articulações feitas pelo prefeito Fábio Schroeter e pelo secretário municipal de Habitação, Juscelino Neves, o projeto “Endereço Certo”, criado pelo Governo de Mato Grosso em 2017, vai beneficiar 111 famílias de Campo Verde através da regularização fundiária dos imóveis construídos pela extinta COHAB-MT.

Serão contempladas pelo “Endereço Certo” os donos de imóveis da COHAB Jupiara, primeiro projeto habitacional implantado em Campo Verde ainda no início dos anos de 1990 e que até hoje não possuem as escrituras ou registro de suas propriedades.

Para serem beneficiados, os proprietários devem procurar a Secretaria Municipal de Habitação entre os dias 22 de janeiro e 9 de fevereiro levando consigo contas de água ou de energia elétrica e cópia do RG, do CPF e da certidão de casamento ou de nascimento.

Juscelino Neves explicou que quem adquiriu imóveis na COHAB Jupiara desde sua construção deve levar o contrato de compra (contratos de gaveta), procuração pública ou recibo de quitação. “Quem tiver qualquer dúvida, nos procure na Secretaria para que possamos saná-las”, disse o secretário.

Neves destacou o empenho da administração municipal em regularizar os imóveis construídos através de programa habitacionais, sejam do Governo do Estado ou do Governo Federal. Em dezembro, foram entregues os contratos de “compra e venda, mútuo, caução de depósito e alienação fiduciária” a 288 mutuários do Residencial Recanto dos Pássaros I.

Juscelino Neves alertou os moradores da COHAB Jupiara que os benefícios do “Projeto Endereço Certo” só serão concedidos durante o período em que durar a campanha. “Ou seja, entre os dias 22 de janeiro e 9 de fevereiro”, frisou. (Valmir Faria – Supervisor de Comunicação/ASCOMCV)

Categorias: Habitação