Campo Verde realiza seminário sobre agricultura familiar




Com a participação de mais de 100 pessoas, entre pequenos produtores, lideranças classistas e políticas locais, regionais e estaduais, Campo Verde realizou na última terça-feira (19) o 1º seminário sobre Agricultura Familiar do município.

O evento, realizado na sede da Associação dos Servidores Municipais de Campo Verde (Assemcave), foi organizado pela Secretaria Municipal de Desenvolvimento Agrícola e Meio Ambiente de Campo Verde, em parceria com a Empaer.

Durante o seminário foram formados grupos de discussão sobre vários assuntos relacionados à agricultura familiar, entre eles a permanência dos processos relativos aos assentamentos localizados em Campo Verde no INCRA de Cuiabá e o retorno da EMPAER de Campo Verde, que hoje pertence à regional de Rondonópolis, para a regional de Cuiabá.

Após os debates, três temas foram elencados e serão trabalhados a partir de agora: Reestruturação das associações e cooperativas formadas por agricultores familiares; regularização das agroindústrias existentes e o acesso ao mercado consumidor, e o levantamento da produção da agricultura familiar. O resultado do trabalho será utilizado na elaboração do Plano Municipal de Desenvolvimento da Agricultura Familiar.

Para o prefeito Fábio Schroeter, a realização do Seminário vai contribuir ainda mais para o desenvolvimento da Agricultura Familiar em Campo Verde. “Eu acredito que a partir daqui, é claro, vai ter que se construir muita coisa, mas com a ajuda de várias entidades, de vários atores, e com o apoio da Prefeitura, nós podemos fortalecer e trazer um grande resultado para toda nossa agricultura familiar. Esse é o nosso compromisso e a nossa Secretaria de Agricultura está de parabéns por esse trabalho. E contem conosco”, disse.

Fábio também destacou o potencial da agricultura familiar, que segundo ele, é enorme, porém, precisa ser explorado de maneira correta e eficiente. “Para isso nós precisamos de um diagnóstico, de um desenho, de um mapa que nos diga exatamente o que precisa ser feito. Os recursos são poucos e nós precisamos emprega-los muito bem, nós não podemos errar”, ressaltou.

Presidente do Sindicato dos Trabalhadores Rurais, Reginaldo Gonçalves Campos classificou o Seminário como um divisor de águas na agricultura familiar de Campo Verde. “Eu sou agricultor familiar e fico até emocionado diante dessa situação. Nós já tivemos várias reuniões, conversas sobre agricultura familiar, mas isso daqui é um marco”, destacou. “Aqui vai nascer a primeira ideia de se trabalhar o orçamento para a agricultura familiar”, frisou.

Deputado estadual, Valdir Barranco lembrou que a agricultura familiar em Campo Verde é forte e serve de referência para outros municípios justamente por ter o apoio da gestão municipal. “E um evento como este mostra a grandeza do prefeito Fábio, o seu comprometimento com a agricultura familiar”, destacou.

Para Barranco, o seminário representa algo real e que vai de encontro ao desejo dos agricultores familiares. “O que vai se produzir aqui é um plano concreto, não é um plano de laboratório, de gabinete. É um plano de desenvolvimento econômico e socioambiental produzido a partir da colaboração mútua daqueles que vivem no campo a sua realidade no dia a dia”, frisou.

Participaram do Seminário o prefeito de São Pedro da Cipa e presidente do Consórcio Intermunicipal de Desenvolvimento Social e Ambiental Sul de Mato Grosso, Alexandre Russi, o vereador Solivan Fonseca, vice-presidente da Câmara de Campo Verde e representantes da Empaer, IFMT, SINTERP e Fetagri. (Valmir Faria – Supervisor de Comunicação/ASCOMCV)