Educação de Campo Verde adota sistema SEFE nas séries iniciais




A partir deste ano a Educação de Campo Verde ganha um grande incremento com a adoção do Sistema Educacional Família Escola (SEFE), que tem como principal objetivo, contribuir com a melhoria da qualidade do ensino, estimulando o envolvimento das famílias no processo educacional.

“O sistema, idealizado por educadores com experiência em sala de aula, é constituído por um conjunto de recursos didáticos, pedagógicos e tecnológico, formado por materiais para os alunos, cursos de formação para os professores, material de apoio e palestra às famílias, assessoramento para as equipes técnico-pedagógicas das escolas e para a secretaria municipal de Educação e Cultura, referente ao processo de ensino-aprendizagem dos alunos do ensino fundamental”, informou Sônia Flores, coordenadora da SEMC.

De acordo com ela, a proposta do SEFE foi elaborada a partir de uma fundamentação social e histórica da Educação e propõe um encaminhamento metodológico interdisciplinar com ações planejadas e direcionadas aos alunos, aos educadores e às famílias. “Com a implantação do SEFE a secretaria de Educação passa a contar com uma equipe especializada, que ficará à disposição para atendimento, acompanhamento, assessoria e soluções educacionais durante o ano letivo”, destacou a coordenadora.

De acordo com a Secretaria Municipal de Educação e Cultura, o material adquirido com recursos do FUNDEB, que engloba todas as disciplinas e será utilizado pelas séries iniciais (1º ao 3º ano) das Escolas Monteiro Lobato, José Garbugio, Paraíso e Santo Antônio custou R$ 243,1 mil.

Também foi adquirido material para o ensino da língua inglesa do 1º ao 5º ano de todas as escolas municipais a um custo de R$ 144,2 mil, recursos do FUNDEB. Todos os materiais já começaram a chegar e nos dias 30 e 31 de março professores, coordenadores, diretores de escolas e coordenadores da Secretaria Municipal de Educação e Cultura participaram de um curso de formação ministrado pelo SEFE na Escola Municipal Monteiro Lobato. (Valmir Faria – Supervisor de Comunicação/ASCOM)

Categorias: Educação e Cultura