Doações através do Imposto de Renda beneficiam projetos em Campo Verde




A legislação tributária brasileira permite que doações feitas à instituições filantrópicas, associações, entidades beneficentes e projetos sociais sejam deduzidas do Imposto de Renda devido pelo contribuinte.

Em Campo Verde, essas dO Grupo Cultural Folclórico Matutada é um dos beneficiados com as doações do Imposto de Rendaoações feitas ao longo dos últimos anos, têm beneficiado em média 2 mil crianças e adolescentes que participam de diversos projetos culturais, esportivos e sociais. Entre 2012 e 2106 foram repassados R$ 720,3 mil. Somente em 2016 foram R$ 217,7 mil.

Os valores são arrecadados pelo Fundo Municipal da Criança e do Adolescente (CMDCA) e direcionados à instituições como APAE, Associação Espírita Maria de Lourdes, Associação de Desenvolvimento Social São Cristóvão, Grupo Folclórico Cultural Matutada (foto), Orquestra Sinfônica Jovem de Campo Verde e Secretaria Municipal de Esportes e Lazer.

De acordo com Izabel Cristina Gutierrez, presidente do CMDCA, os valores repassados à APAE de Campo Verde permitiram a compra de aparelhos de fisioterapia e contribuem com o pagamento de profissionais que atuam na instituição.

Segundo ela, em 2016 as doações feitas através do Imposto de Renda somaram R$ 370 mil. Essas doações, conforme explicou a presidente do CMDCA, podem ser feitas de forma direcionada, que é quando o doador indica a instituição a ser beneficiada.

Para 2017, Izabel Cristina Gutierrez adiantou que serão repassados R$ 500 mil à projetos que já estão selecionados. Além dos recursos arrecadados através do Imposto de Renda, o CMDC recebe também repasses da Prefeitura de Campo Verde, que em 2016 somaram R$ 97 mil. Outra fonte de recursos do Conselho são as multas aplicadas pela Justiça. (Valmir Faria – Supervisor de Comunicação/ASCOMCV)

Categorias: Assistência Social