Vice-prefeito Milton Garbugio prestigia inauguração da nova sede do CEJUSC em Campo Verde




O vice-prefeito Milton Garbugio, participou hoje (2) da cerimônia de inauguração da nova sede do Centro Judiciário de Soluções de Conflito e Cidadania (CEJUSC) em Campo Verde, que passa a funcionar a partir de agora em um espaço na Avenida Manoel Genildo Araújo, próximo ao Fórum.

Apontado como uma forma rápida para a solução de causas ajuizadas ou não, o CEJUSC  é parte integrante do  Núcleo Permanente de Métodos Consensuais de Solução de Conflitos (NUPEMEC) do Tribunal de Justiça de Mato Grosso e foi implantado em Campo Verde em 2014.

Desde então foram agendadas 2879 audiências de conciliação e efetivamente realizadas 1700, sendo que destas, 1179 resultaram em acordo consensual entre as partes. “A sociedade precisa de mais agilidade, precisa desse serviço que a Justiça está oferecendo”, destacou Milton Garbugio durante a cerimônia de inauguração. “Parabéns ao Tribunal de Justiça por essa iniciativa”, completou

Durante a inauguração das novas instalações do CEJUSC, a juíza de Direito e diretora do Fórum da Comarca de Campo Verde Maria Lucia Prati, apresentou o Projeto Aliança C.E.M.P, que será desenvolvido em entre o CEJUSC, Escolas e Ministério Público e que tem como objetivo, prevenir conflitos de qualquer natureza através de uma abordagem diferenciada e articulada. “Começamos a perceber que temos que atuar antes, na prevenção”, frisou a magistrada.

Na ocasião foram entregues também os certificados de conclusão do curso de mediador há 12 voluntários que atuaram no Centro de Judiciário de Solução de Conflitos.

Participaram da cerimônia de inauguração da nova sede do CEJUSC a desembargadora Clarisse Claudino da Silva, presidente do NUPEMEC; Hildebrando Costa Marques, coordenador do NUPEMEC; o desembargador Guiomar Teodoro Borges, o presidente da Câmara de Vereadores de Campo Verde João Narciso Gomes, o promotor de Justiça Marcelo dos Santos Alves Correa, o presidente da OAB/Campo Verde, Nicodemos Lindolfo Freitas Neto, a juíza Caroline Guanaes Simões e o defensor público Juliano Botelho de Araújo. (ASCOMCV)

Categorias: Gabinete