Alunos da OSJCV tocam com Orquestra de Cuiabá




1Criada há exatos dois anos, o Projeto Orquestra Sinfônica Jovem de Campo Verde oferece aulas de música clássica instrumental a cerca de 200 crianças, adolescentes e jovens. E os primeiros resultados já começaram a aparecer.

No último dia seis de agosto, o trompetista Gustavo Nogueira e o trombonista Guilherme Pinheiro, que tem 15 anos, tocaram com Ciranda Brass, de Cuiabá. Criado em 2010 no Instituto Ciranda, sob orientação do professor Nemuew Wylk, o Ciranda Brass é um grupo de música instrumental que tem como proposta pesquisar, criar e apresentar ao público um repertorio que tem como base a música tradicional de concerto. O Ciranda Brass tem despontado como um importante grupo musical de Mato Grosso.

A apresentação foi no Espaço CDL, em Cuiabá. “Foi como uma conquista para mim como músico”, afirmou Pinheiro. “Você vê que aquilo que está fazendo está dando resultado”, completou. O trombonista participa das aulas da Orquestra Sinfônica Jovem de Campo Verde há um ano e meio.

Ele que já tinha conhecimento musical por tocar na igreja que frequenta, pode aprimorar seu talento. “Mas foi na Orquestra que aprendi alguma coisa”, disse ele. “A igreja foi a base, mas foi no Projeto que aprendi realmente”, completou.

Gustavo Nogueira, 15 anos, participa da Orquestra Jovem de Campo Verde há dois e toca trompete desde os dez. Também aprendeu na igreja evangélica que frequenta. Para ele, participar do Projeto permitiu que ele aprimorasse seus conhecimentos, principalmente na leitura de partituras. “Isso me ajudou muito”, destacou. “Melhorou a minha música”, ressaltou.

Tímido, Nogueira disse que tocar com o Ciranda Brass foi emocionante. “No começo eu senti um pouco vergonha, mas depois da primeira música passou”, lembrou. “Eu quero agradecer ao André (Reges) e ao Murilo (Carvalho) pela oportunidade”, disse. André Reges é o coordenador de Cultura da Secretaria Municipal de Educação e Cultura e o responsável pelo Projeto Orquestra Sinfônica Jovem de Campo Verde. Murilo Alves é maestro e coordenador do Projeto Ciranda, de Cuiabá, que é parceiro da Prefeitura de Campo Verde no Projeto da Orquestra.

Para Reges, ter os dois alunos tocando com o Ciranda Brass foi uma grande conquista e mostra que a OSJCV está dando resultado e alcançando um de seus objetivos, que é a de formar músicos talentosos. “Para o Projeto Orquestra de Campo Verde é uma grande satisfação ter dois alunos se despontando como instrumental em nível de Estado. Demonstrando assim do avanço pedagógico musical dos alunos”, disse André Reges.

Na última segunda-feira (17), Reges acompanhou Guilherme e Gustavo em uma visita ao gabinete do prefeito Fábio Schroeter, grande incentivador da Orquestra Sinfônica Jovem. Fábio parabenizou os dois pequenos músicos e os incentivou a continuarem seus estudos musicais. “Nós ficamos orgulhos por eles terem se apresentado em Cuiabá, com uma grande banda e queremos que eles continuem assim: dedicados e esforçados para que toquem cada vez melhor”, disse o prefeito. (Valmir Faria – Supervisor de Comunicação/ASCOMCV)

Categorias: Educação e Cultura