Produtores e prefeito discutem revisão de divisas entre Campo Verde e Chapada dos Guimarães




IMG_6277Produtores rurais que têm suas propriedades em Chapada dos Guimarães mas que, geograficamente, estão muito mais próximas de Campo Verde, se reuniram na manhã de hoje (27) com o prefeito Fábio Schroeter para tratar da revisão das divisas entre os dois municípios.

A proposta de se redesenhar o mapa territorial de vários municípios de Mato Grosso partiu do próprio governo estadual – através da Secretaria de Planejamento – e da Assembleia Legislativa, que criou uma comissão especial para estudar caso a caso.

Os primeiros estudos envolvendo Campo Verde e Santo Antônio do Leverger apontaram que comunidades como Mata-Mata, Córrego do Ouro, Serrana, Bom Jardim e parte da região da Formiga e do Santo Antônio da Fartura, devem passar a pertencer a Campo Verde. A votação dessa proposta pela Assembleia será, provavelmente, em setembro.

Os proprietários que se reuniram hoje com o prefeito Fábio Schroeter destacaram que Campo Verde já presta assistência a regiões como Serrinha, Fazenda Baronesa, Ponte Alta e Mata Grande. Para eles seria justo que essas regiões passassem a pertencer ao município.

De acordo com estudos realizados ainda durante a administração passada, uma área com cerca de 60 mil hectares, cerca de 10% do território de Chapada dos Guimarães, que abrange as regiões onde estão as propriedades dos produtores que se reuniram com o prefeito, devido à localização, deveria pertencer a Campo Verde.

Fábio Schroeter lembrou que, pela dimensão do território destacado no estudo, será praticamente impossível que isso aconteça. “Pela Lei, nenhum município pode perder mais que 5% de sua área”, explicou. “De toda forma a gente tem que fazer a nossa parte. A SEPLAN é quem vai avaliar”, completou.

A localização de algumas fazendas que ficam na divisa entre os municípios cria situações pitorescas. “Uma parte da minha área é Chapada e a outra é Campo Verde”, observou o produtor Delfino Fernandes.

Para que se chegue a uma proposta mais plausível, que não prejudique nenhum dos municípios envolvidos e que possa ser acatada pela SEPLAN e pela AL, um novo estudo será elaborado e uma nova reunião será realizada com os produtores.

Estiveram reunidos com o prefeito os produtores Vitor Della Flora Vesz, Osvaldo Antônio Ferreira, Claudir Zunta, Igor Fernandes, Clodoaldo Gomes, Sérgio Faria, Heraldo Campos Fernandes, Paulo Sérgio Bertão, Wancley Barreto Miranda, Luciano Luiz Volpini, Sandra Bertão, Antônio Domingos Neto, Keila Medeiro Ribeiro e Delfino Fernandes, além do vereador Geraldo Pereira de Araújo e do secretário de Desenvolvimento Agrícola e Meio Ambiente de Campo Verde, Pedro Cambará. (Valmir Faria – Supervisor de Comunicação/ASCOMCV)

Categorias: Noticias