Campo Verde entrega Plano de Desenvolvimento Estratégico ao TCE/MT




O prefeito Fábio Schroeter fez na última terça-feira (31) a entrega do Plano de Desenvolvimento Estratégico do Município ao presidente em substituição legal do Tribunal de Contas de Mato Grosso, Domingos Neto. A entrega do documento aconteceu durante cerimônia no auditório do TCE/MT, em Cuiabá.

Na ocasião foi feito também o lançamento dos livros “Educação a Distância – [In]Formação e Controle Social” e “Os Conselhos Municipais de Políticas Públicas em Mato Grosso – Mapeamento, Desempenho e Perspectivas”. As obras foram publicas pelo TCE/MT.

A elaboração do PDE de Campo Verde, que contém 1.546 ações e metas a serem realizadas e alcançadas até 2021, faz parte do Programa de Desenvolvimento Institucional Integrado (PDI), implantado pelo Corte de Contas de Mato Grosso em 2012. Campo Verde aderiu ao PDI em 2013 e desde 2014 vem trabalhando para o alcance das metas. Nesse período, 67% delas foram atingidas, 31% apresentaram não conformidade e 2% não foram informadas. O desempenho do município no Plano de Desenvolvimento Estratégico, que envolve todas as secretarias municipais, é avaliado pelo Tribunal de Contas como um dos três cases de sucesso entre os 24 municípios que aderiram ao PDI. Os outros dois são Tangará da Serra e Sinop.

De acordo com o prefeito Fábio Schroeter, o PDI veio para dar uma nova roupagem às administrações municipais. “Nos Municípios nós não estávamos acostumados a planejar, isso era da iniciativa privada. E com certeza isso está fazendo e vai fazer a diferença”, disse ele.

Fábio Schroeter comentou que a implantação do PDI não é uma tarefa fácil e que é necessário a participação efetiva dos servidores para se obter sucesso. “É algo praticamente novo para a Administração Pública que não é fácil trabalhar. É bastante difícil, mas com o envolvimento de todos, com a ajuda de todos os nossos servidores, a gente está conseguindo implantar”, disse ele, destacando também o apoio do TCE/MT.

Fábio também destacou que os resultados do PDI já começam a aparecer. “A gente fez um diagnóstico inicial, elencamos diversos objetivos, indicadores, metas e ações que são seguidas por todos os servidores envolvidos nesse trabalho, o que proporciona que a gente tenha um acompanhamento mais efetivos dessas ações propostas. Isso está dando um grande resultado”, afirmou.

E quem ganha com isso, de acordo com o prefeito, é o cidadão. “Esse planejamento proporciona um nível de acerto muito maior, ou seja, uma entrega de serviços de melhor qualidade, de políticas públicas, para nossa população”, disse. Conforme avaliou o prefeito,  um serviço público de qualidade é que será o legado deixado pelo PDI. (Valmir Faria – Supervisor de Comunicação/ASCOMCV)

Categorias: Planejamento