“Pró-Família dá o peixe e ensina a pescar”, diz secretária de Trabalho e Assistência Social


Programa de transferência de renda do Governo Estadual vai beneficiar 111 famílias de Campo Verde

Criado pelo Governo do Estado como meio de auxiliar famílias em situação de vulnerabilidade social e econômica, o Programa Pró-Família representa a chance de mudança de vida para milhares de pessoas em Mato Grosso.

Através da transferência de renda, as famílias receberão mensalmente o valor de R$ 100 que será creditado no dia 20 de cada mês para ser utilizado na compra de alimentos e gêneros de primeira necessidade. Dez supermercados e mercearias de Campo Verde estão credenciados para receber o cartão.

Na tarde de hoje (16), 111 famílias de Campo Verde receberão os cartões. A entrega aconteceu na sede da Associação dos Servidores Municipais e contou com a presença do prefeito Fábio Schroeter, da secretária estadual de Trabalho e Assistência Social, Monica Camolezzi dos Santos Melo, da secretária municipal de Assistências Social, Rosilene Sanguini Schroeter, vereadores e demais secretários municipais.

O Programa tem a duração de um ano e, além das 111 famílias contempladas hoje com os cartões, pelo menos mais 90 poderão ser beneficiadas, de acordo com a secretária estadual de Assistência Social. Para participar do Programa, as famílias terão que frequentar cursos de qualificação para serem inseridas no mercado de trabalho. “Daqui há um ano queremos comemorar a saída de vocês do Programa”, disse Mônica Camolezzi. “Porque o Pró-Família dá o peixe mas também ensina a pescar”, completou.

O prefeito Fábio Schroeter enalteceu a criação do Programa. Segundo ele, mesmo não sendo um valor elevado, representa muito para as famílias. Fábio também destacou que embora seja visto como um município rico, Campo Verde tem problemas de ordem social e de distribuição de renda. “Basta ver que hoje, 111 famílias estão sendo beneficiadas pelo Pró-Família”, observou.

O prefeito disse ainda que o Programa será um alento para as famílias carentes do município. “Campo Verde é um município próspero, bem desenvolvido, mas que também precisa. Então a gente recebe muito bem esse programa Pró-Família, do Governo do Estado, do qual nós somos parceiros”, disse.

O Pró-Família terá também a participação das Agentes Comunitárias de Saúde e de Assistentes Sociais, que farão o acompanhamento das famílias. Cada ACS receberá por mês R$ 100 de gratificação, além de um kit composto por uma mochila, camisa de manga longa e protetor solar. Para as assistentes sociais receberão o valor da gratificação será de R$ 300.

Chefe de Gabinete do deputado estadual licenciado Max Russi, que atualmente é o secretário da Casa Civil do governador Pedro Taques, Ademir Gaspar de Lima também destacou a importância do Pró-Família. “O município ganha muito com isso, as famílias ganham com isso”, frisou. Em todo o Mato Grosso, 7 mil famílias de 60 municípios já estão sendo beneficiadas. (Valmir Faria – Supervisor de Comunicação/ASCOMCV)

Categorias: Assistência Social