Gestores de escolas municipais participam de formação




Oferecer cada vez mais uma educação de qualidade, onde a escola possa ter participação ativa na vida da sociedade e na formação de cidadãos críticos e conscientes de seus direitos e deveres, tem sido ao longo dos últimos cinco anos uma das metas perseguidas pela Administração Municipal de Campo Verde.

E o alcance desse objetivo passa, efetivamente, pela capacitação e formação dos educadores. No decorrer deste ano, professores e gestores das escolas da Rede Pública Municipal, participarão de uma série de cursos de formação que serão ministradas pelo professor Amaral Barbosa de Lima, diretor da Escola de Ensino Fundamental Miguel Antônio de Lemos, localizada na zona rural de Pedra Branca (CE) e que em 2017 obteve 9,5 no Índice de Desenvolvimento da Educação Básica.

Esta semana, diretores e coordenadores participaram do primeiro curso, que abrangeu temas como “Escola Transformadora”, “Planejamento”, “Gestão Democrática e Liderança” e “Avaliação da Aprendizagem”, ministrados pelo professor Amaral e pela educadora Lídia Beatriz Studart, pedagoga e teóloga com especialização em psicologia, educação especial e educação infantil.

Amaral destacou a iniciativa da administração municipal na formação e capacitação dos profissionais da Educação e classificou como louvável a iniciativa do prefeito Fábio Schroeter em proporcionar um ensino de melhor qualidade. “Hoje, na atual conjuntura que o Brasil vive é preciso parabenizar uma gestão que se preocupa com a educação, uma gestão pública que tem a preocupação com a transformação social”, disse.

Amaral frisou que toda transformação social passa pela sala de aula e que investimentos feitos na formação dos profissionais da Educação contribuem para que isso aconteça. “Quando se investe em Educação está se investindo no futuro das pessoas. Ele [Fábio] está investindo para que no futuro os cidadãos de Campo Verde sejam independentes, sejam autônomos, sejam críticos e cada um capaz de definir seu próprio futuro através de seus conhecimentos intelectuais adquiridos na escola. E escola pública de qualidade”, destacou.

Secretária Municipal de Educação e Cultura, Andréia Schroeter adiantou que o ano de 2018 será um divisor na Educação em Campo Verde no aspecto pedagógico. Ela informou que desde o ano passado a SMECV tem trabalhado para melhorar a qualidade do ensino ofertado.

“Nós queremos atingir metas valorizando o ensino cada vez mais e, principalmente, fazendo com que a educação de Campo Verde cumpra o seu lado social, que é de formar cidadãos cada vez mais competentes. Essa formação é especial porque ela traz a possibilidade de identificar, de diagnosticar de maneira mais eficaz os problemas da educação de Campo Verde. Ela é o início de várias formações que vão acontecer esse ano”, disse Andréa. (Valmir Faria – Supervisor de Comunicação/ASCOMCV)

 

Categorias: Educação e Cultura