Aluno da Escola Monteiro Lobato recebe prêmio nacional do “Programa Campo Limpo”




Aluno do 5° ano do Ensino Fundamental da Escola Municipal Monteiro Lobato, Bruno Henrique Siemer recebeu na manhã de hoje um notebook por ter sido vencedor na etapa nacional do concurso de redação do Projeto Campo Limpo, que em Campo Verde é coordenado pelo Conselho Estadual das Associações de Revendas de Produtos Agropecuários de Mato Grosso (Cearpa).

Este ano, o tema do concurso foi “Responsabilidade Compartilhada: a Contribuição da Família”. Em sua redação, que concorreu com outras 15 mil, Bruno, que reside na zona rural como a maioria dos alunos da Escola Municipal Monteiro Lobato, focou a conscientização, a responsabilidade ambiental e a sustentabilidade.

A história se passa em uma fazenda onde o menino Lucas mora com a família, que faz o reaproveitamento e a reciclagem de tudo que é possível, além de produzirem a maioria dos alimentos que consomem.

Zé Luiz, um garoto que se muda para a propriedade, e seus pais, tem hábitos diferentes. Lucas então o convence a mudar o modo de agir da família e contribuir com a preservação ambiental.

O texto também deu a Bruno, que é aluno da professora Eliane Marchi, o prêmio de melhor redação na etapa municipal, o que lhe garantiu um tablet e uma mochila. Andréa foi agraciada com um notebook e a Escola Monteiro Lobato recebeu um retroprojetor.

Gestora da Cearpa em Campo Verde, Sirléia Sevilha de Cotelo lembrou que há 15 anos a questão ambiental ligada aos cuidados com a destinação correta das embalagens de defensivos agrícolas é trabalhada nas escolas locais. E o resultado tem sido muito bom.

“A gente vê que a cada ano trabalhando com as crianças, isso vai repercutir nas propriedades rurais, nas fazendas, e vem melhorando esse trabalho de conscientização, de cuidado com o meio ambiente, de cuidado com a natureza, principalmente naquilo que estamos mais ligados que é a reciclagem de embalagens vazias”, observou. Segundo ela, para este ano a meta da Cearpa é receber 700 toneladas de embalagens.

Ao falar aos alunos, a secretária municipal de Educação e Cultura Andréa Schroeter destacou a importância dos pais no acompanhamento da vida escolar dos filhos e parabenizou Bruno pelo prêmio. “Hoje, a grande dificuldade de muitos alunos é não ter a mãe ou pai presente”, disse ela. “Parabéns pela sua dedicação e por ser um bom aluno. Que você seja iluminado a vida inteira”, disse ela.

O chefe de Gabinete Aparecido Rudnick também parabenizou Bruno, destacando que o prêmio pela melhor redação é um estimulo à mais a ele. “A gente fica até emocionado em estar aqui participando de um momento tão importante como esse”, frisou.

Categorias: Educação e Cultura