Saúde leva orientação alimentar a consumidores e comerciantes da Feira Livre Municipal




Dentro das atividades da “Semana de Prevenção da Obesidade”, que vai até o próximo dia 11, a Secretaria Municipal de Saúde de Campo Verde realizou no último sábado (6), na Feira Livre Municipal, um trabalho de orientação sobre educação alimentar e nutricional e também de prevenção à obesidade infantil.

O objetivo foi despertar nas pessoas a consciência de que é preciso – e necessário – ter uma alimentação saudável e equilibrada para prevenir não só a obesidade nas crianças e nos adultos, mas também evitar outros problemas de saúde, como diabetes, hipertensão e colesterol.

Além das orientações, uma equipe multiprofissional realizou uma série de exames, como o de glicemia e aferição da pressão arterial, entre outros. Sob orientação da nutricionista da secretaria municipal de Saúde, Ingrid Breunig Fornara, foi realizada também uma oficina sobre culinária saudável, onde os participantes puderam aprender a preparar pratos usando integralmente os alimentos, incluindo cascas e talos.

De acordo com a nutricionista, o aproveitamento integral evita desperdícios e melhora o valor nutricional dos alimentos. “Quando se acrescenta as cascas das frutas, os talos da verdura, do legume, a gente aumenta a quantidade de fibra dessa refeição e isso melhora a saciedade, melhora o funcionamento intestinal e consegue baixar o custo dessa refeição”, destacou.

Os alimentos foram preparados na cozinha da Feira Municipal e, de acordo com a presidente da Associação dos Feirantes de Campo Verde, Ivonete Estércio, há quatro meses estão sendo preparadas refeições utilizando os produtos comercializados na feira. Os pratos são vendidos aos feirantes e frequentadores a preços populares. Uma marmitex, por exemplo, custa R$ 5.

“Nosso objetivo é fazer com que o pequeno produtor venha trabalhar com a sua família e se alimente na Feira com um preço baixo e com qualidade. Nós compramos a alimentação, a maior parte comprada deles mesmos de madrugada, e geramos um cardápio simples, orientado pela Vigilância Sanitária, Secretaria de Saúde e Nutricionista”, disse ela, acrescentando que a população que frequenta a Feira também pode se beneficiar.

Na tarde de hoje (8), das 13h00 às 17h00, na Academia da Saúde, localizada no bairro Bordas do Lago, haverá palestra aberta à população sobre educação alimentar e nutricional e também sobre prevenção da obesidade infantil.

Categorias: Saúde