Moradores do Vale do Abençoado se reúnem com prefeito Fábio e pedem ajuda para regularização fundiária




No último sábado (3) o prefeito Fábio Schroeter e o vice-prefeito Milton Garbugio receberam no Paço Municipal Prefeito Onescimo Prati, um grupo de moradores da comunidade Vale do Abençoado, localizada na região da Serra de São Vicente.

De acordo com a moradora Iranilda Silva Souza, o objetivo da reunião foi pedir ao prefeito e ao vice que intercedam junto ao Governo do Estado para que a regularização fundiária da comunidade possa ser concluída. A finalização do processo, segundo a moradora, está esbarrando no pagamento da área por parte do Governo do Estado.

O processo de regularização fundiária do Vale do Abençoado se arrasta por 22 anos, período em que os moradores convivem com o ‘fantasma’ da desocupação. “Já foi feita avaliação, agora precisa o último passo que é o governador pagar para que nós possamos ficar mais tranquilos e trabalhar com muito mais ânimo. Até agora nós ficamos nesse desespero”, disse Iranilda.

O prefeito Fábio Schroeter e o vice Milton Garbugio, que acompanham o processo de regularização fundiária do Vale do Abençoado há pelo menos 3 anos, garantiram que vão continuar atuando para que a titulação seja concretizada, porém, ressaltou Fábio, é preciso vontade política para que se chegue a uma solução.

“A gente vê que é uma comunidade sofrida, trabalhadora e a gente quer ajudar. Estamos fazendo a nossa parte e tentando resolver o mais rápido possível para que eles tenham segurança e tenham a posse de suas áreas. A gente quer continuar ajudando, mas não depende só de nós”, disse o prefeito Fábio.

No Vale do Abençoado, pertence administrativamente ao município de Santo Antônio de Leverger, vivem 72 famílias que trabalham no cultivo de hortaliças e com a criação de gado de leite. Geograficamente, de acordo com estudos realizados pela Secretaria Estadual de Planejamento (SEPLAN), a comunidade está em território pertencente a Cuiabá. O grande desejo dos moradores é que a comunidade passe a ser parte de Campo Verde.

Por um período, o desejo dos moradores foi atendido. Com o trabalho de revisão de divisas feitos pela SEPLAN em parceria com o IBGE, o Vale do Abençoado passou a fazer parte da área de Campo Verde. Porém, uma ação impetrada pelo deputado estadual Alan Kardec, devolveu liminarmente a região a Santo Antônio do Leverger.

Categorias: Gabinete